TV Gazeta Logo TV Gazeta Logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo SP BR
Logo TV Gazeta TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta! TV Gazeta, Receitas, Revista da Cidade, Você Bonita, Mulheres, Gazeta Esportiva, Jornal da Gazeta, Mesa Redonda, Troféu Mesa Redonda, Papo de Campeões, Edição Extra, Gazeta Shopping, Fofoca

Vinicius Torres Freire/ Receita de crescimento da economia desandou

As vendas do comércio caíram de novo em abril. Tinham caído em março também.

Vinicius Torres Freire/ Receita de crescimento da economia desandou As vendas do comércio caíram de novo em abril. Tinham caído em março também.
Logo do programa Jornal da Gazeta
As vendas do comércio caíram de novo em abril. Tinham caído em março também. Trata-se daquela medida que não leva em conta as vendas de automóveis e materiais de construção. Trata-se do comércio mais miúdo, supermercados etc. Essa queda bimestral não acontecia desde o final de 2008.
2008, como todo mundo talvez lembre, foi o ano em que começou a grande recessão mundial, por causa da crise financeira americana.
O varejo está entrando em colapso? Não, o ano está fraco, mas ainda não tem nada disso. Se consideradas as vendas de carros e de materiais de construção, o comércio ainda cresce. Deve crescer 3,5% este ano. Não é horrível. Mas é o pior resultado em uma década. Entre os anos de 2004 e 2012, o comércio cresceu ao ritmo chinês de 8% ao ano, em média.
O que aconteceu? No curto prazo, pode ser que o mau humor do brasileiro e a falta de confiança na economia podem ter provocado um exagero neste ano. Quer dizer, mau humor social, greves, protestos, perturbações provocadas pelas manifestações e feriados da Copa, tudo isso pode ter afetado o comércio além da conta.
Talvez as coisas melhorem um pouquinho em agosto. No entanto, a tendência geral da economia é de baixa. O total de salários parou de crescer; o emprego cresce cada vez mais devagar. O crédito vem crescendo devagarinho, porque as famílias brasileiras se endividaram muito e, agora, os bancos privados temem emprestar, pois a economia anda devagar. O governo não tem como gastar muito mais, porque se endividou demais e porque a receita de impostos cresce menos, porque a economia cresce menos.
Em suma, sem crescimento mais rápido da economia, do PIB, não tem como haver crescimento mais rápido do emprego e da receita do governo, por exemplo. A receita de crescimento do bolo da economia da última década não funciona mais. Aliás, mesmo esta receita desandou, pois esse governo não soube lidar bem com a cozinha básica da economia.
Leia mais sobre:
Siga o Jornal da Gazeta nas redes sociais