TV Gazeta Logo TV Gazeta Logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo SP BR
Logo TV Gazeta TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta! TV Gazeta, Receitas, Revista da Cidade, Você Bonita, Mulheres, Gazeta Esportiva, Jornal da Gazeta, Mesa Redonda, Troféu Mesa Redonda, Papo de Campeões, Edição Extra, Gazeta Shopping, Fofoca

Vinicius Torres Freire/ Não há crise feia, mas dourar a pílula é bobagem

Confira o conteúdo exclusivo da TV Gazeta - Vinicius Torres Freire/ Não há crise feia, mas dourar a pílula é bobagem

Vinicius Torres Freire/ Não há crise feia, mas dourar a pílula é bobagem Confira o conteúdo exclusivo da TV Gazeta - Vinicius Torres Freire/ Não há crise feia, mas dourar a pílula é bobagem
Dá para contar muita história a partir dos números do desempenho da economia. Dá para contar história de pescador, contos de fadas e histórias para boi dormir. A depender do gosto do freguês, as vezes dá para dizer que o copo está meio cheio, ou meio vazio.
Hoje, dois ministros contaram umas histórias otimistas demais sobre os números da inflação e do emprego.
O ministro da Fazenda, o eterno otimista Guido Mantega, disse que a inflação está caindo. Ele se referia à prévia da inflação oficial de maio, que foi menor que a de abril, que foi menor que a de março. Então a inflação está mesmo caindo, num certo sentido. Isto é, na visão de quem vê o copo cheio demais.
No entanto, a inflação de maio deste ano foi maior que a de maio do ano passado, assim como as fevereiro, março e abril. Como resultado, a inflação no último ano, a inflação acumulada nos últimos 12 meses está na verdade subindo.
Isto é, pelo menos desde janeiro deste ano, o aumento de preços acumulado a cada 12 meses tem crescido. É essa conta que a gente tem de fazer, por exemplo, quando vai calcular o reajuste anual do salário, que tem de ser maior que a inflação acumulada em um ano se a gente não quiser perder poder de compra.
Hoje também saíram o balanço do emprego formal, do número de pessoas com emprego com carteira assinada em todo o país. Abril deste ano teve o menor aumento do número de pessoas empregadas com carteira desde 1999, faz 15 anos. O aumento do emprego formal foi 46% menor que em abril do ano passado.
O ministro do Trabalho, Manoel Dias, tentou ser otimista também.
O ministro tem razão ao dizer que a velocidade de criação de empregos não pode ser tão grande quanto na época em que havia muita gente desempregada ou sem registro em carteira. Mas o tombo em relação ao ano passado foi grande demais. Quer dizer, a velocidade de criação de emprego formal vinha diminuindo. Mas, agora neste início de ano, deu uma brecada que fritou os pneus e deixou um cheiro de queimado no ar.
A economia está desacelerando, não há como negar, no comércio, na construção civil e principalmente na indústria, que perdeu emprego formal em abril.
Dizer que há uma crise feia é espírito de porco. Tentar dourar a pílula é bobagem, quando não mentira mesmo, além de mostrar falta de vontade ou capacidade de tentar fazer alguma coisa para melhorar a situação.
Leia mais sobre: