TV Gazeta TV Gazeta logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo, Brasil
TV Gazeta TV Gazeta, Receitas, Mulheres, Cozinha Amiga, Fofoca Aí, Revista da Cidade, Você Bonita, Gazeta Esportiva, Mesa Redonda, Jornal da Gazeta, Edição Extra, Gazeta Shopping TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!

Faltam 5 milhões de empregos com carteira

Comentário de Economia, com Vinicius Torres Freire.

Faltam 5 milhões de empregos com carteira Comentário de Economia, com Vinicius Torres Freire.
Logo do programa Jornal da Gazeta
Jornal da Gazeta
Comentário de Economia, com Vinicius Torres Freire.

"Não é ruim, já foi bem pior. Mas o número de empregos novos com carteira assinada de fevereiro foi uma frustração. Desde janeiro, o país parou de perder empregos formais, na comparação com o ano anterior. O Brasil ficou nesse ritmo de destruição de emprego por muito tempo, a abril de 2015 até dezembro do ano passado, mais de dois anos, um horror.

Mas está difícil de escalar as paredes desse fundo do poço. Neste ano, o número de empregos com carteira aumentou pouco mais de 100 mil. Desde o começo da crise do emprego, no entanto, desapareceram 2 milhões e 700 mil empregos com carteira.

Se a gente contar também os empregos que deixaram de ser criados nesses anos de tormento, a gente está, por baixo, com uma falta de 5 milhões de empregos com carteira assinada. Criando apenas 60 mil empregos novos por mês, como em fevereiro, vai levar muito tempo para tapar esse buraco.

5 milhões de empregos a menos é uma desgraça que afeta muita gente. Cada família ou casa brasileira tem em média três ou quatro pessoas. Então é provável que uns 15 milhões de pessoas sejam afetadas pela falta de um emprego decente, com registro em carteira.

Os empregos novos que estão aparecendo são bicos, trabalho por conta própria, microempresa individual. É o povo se virando, na verdade. As empresas estão com medo de contratar ou não precisam de trabalhador, porque estão vendendo pouco.

Para piorar, quem tem emprego precário, sem carteira, sem perspectiva, ganha pouco. Quem tem emprego melhor e vê essa situação ainda ruim, fica inseguro e com mais medo de gastar. Isso não ajuda a recuperação econômica.

Sim, existe alguma recuperação econômica. Mesmo este começo de ano fraco é bem melhor que o começo de 2017.

A situação deve despiorar aos poucos, ao longo do ano. Mas tem muita gente sem emprego, com trabalho precário e vendo vizinho, parente e amigo desempregado ou vivendo de bico. É fácil de entender o mau humor geral com todos os candidatos a alguma coisa na eleição."

Veja também