TV Gazeta Logo TV Gazeta Logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo SP BR
Logo TV Gazeta TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta! TV Gazeta, Receitas, Revista da Cidade, Você Bonita, Mulheres, Gazeta Esportiva, Jornal da Gazeta, Mesa Redonda, Troféu Mesa Redonda, Papo de Campeões, Edição Extra, Gazeta Shopping, Fofoca

Vinicius Torres Freire / Consumidores e empresas parecem antecipar dias piores

Pesquisas mostram que a intenção de consumo das famílias caiu em maio.

Vinicius Torres Freire / Consumidores e empresas parecem antecipar dias piores Pesquisas mostram que a intenção de consumo das famílias caiu em maio.
Logo do programa Jornal da Gazeta
Pesquisas mostram que a intenção de consumo das famílias caiu em maio. A confiança dos empresários da indústria, do comércio, da construção civil e dos serviços caiu muito de novo em maio. A queda na confiança só não foi maior que a de 2008, quando o mundo entrou numa baita recessão.
Desculpem as más notícias, mas não sou eu quem está dizendo, são os consumidores e os empresários. A pergunta é: esse mau humor e desânimo muito fortes são passageiros? Quer dizer, a situação não está boa, mas o desânimo muito forte pode passar?
Pode ser que os tumultos na rua, a insatisfação com a política, as greves, os protestos da Copa e o efeito disso tudo no comércio e no dia-a-dia da produção e do trabalho tenham piorado, temporariamente, o humor além da conta. Ainda não sabemos.
Infelizmente, há fatores reais da piora do humor. Os juros subiram, o crédito está difícil, a inflação permanece altinha e o número de pessoas trabalhando parou de crescer. Isso certamente não ajuda a animar ninguém, a fazer com que a gente imagine que o consumo vai crescer bem daqui por diante. Além do mais, tem muito empresário e consumidor com o pé no feio porque não sabe o que vai ser o ano que vem, com novo governo.
Enfim, com todo esse declínio lento e gradual da atividade econômica, é bem provável que a economia tenha crescido pouco no primeiro trimestre, menos que no trimestre final do ano passado. Na sexta-feira, sai o resultado do crescimento do PIB, que nada mais é do que a medida do crescimento da produção e da renda do país.
Para o segundo trimestre, as previsões são de crescimento ainda menor, dado o desânimo e o fato de a massa de salários estar crescendo quase nada, para nem falar dos tumultos e feriados deste trimestre, também por causa da Copa.
Para resumir, na prática, nos fatos, a economia continua a desaquecer. Mas o nosso humor, de consumidores e empresas, está ainda pior que o andar da carruagem da economia, como se estivéssemos antecipando que a situação vai ficar muito pior do que o está.
Leia mais sobre:
Siga o Jornal da Gazeta nas redes sociais