TV Gazeta TV Gazeta logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo, Brasil
TV Gazeta TV Gazeta, Receitas, Mulheres, Cozinha Amiga, Fofoca Aí, Revista da Cidade, Você Bonita, Gazeta Esportiva, Mesa Redonda, Jornal da Gazeta, Edição Extra, Gazeta Shopping TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!

Vinicius Torres Freire / A polêmica na Petrobras

Vinicius Torres Freire / A polêmica na Petrobras
Logo do programa
A presidente Dilma Rousseff causou o maior bafafá ao dizer que não tinha sido bem informada sobre o contrato de compra de uma refinaria de petróleo pela Petrobras, em 2006. Em 2006, Dilma era ministra de Lula e também presidente do Conselho de Administração da Petrobras. A petroleira comprou metade de uma refinaria nos Estados Unidos, por 360 milhões de dólares e virou sócia de uma empresa belga, a Astra. Um ano antes, a Astra tinha comprado essa refinaria por 42,5 milhões de dólares, o que já parece estranho. O problema maior foi que o contrato dava direito à Astra de obrigar a Petrobras a comprar a parte dela, se houve desavença na sociedade. Houve desavença em 2007. Em 2008, a Astra quis vender. A Petrobras não quis comprar. O caso foi parar num comitê de arbitragem e depois na Justiça. A Petrobras perdeu. Foi condenada a pagar 639 milhões pra Astra. Não pagou e recorreu. Perdeu de novo. No fim, chegou a um acordo e, com juros e despesas judiciais, teve de pagar 820 milhões de dólares pra Astra, em 2012. Quer dizer, o custo total do negócio ficou perto de 1 bilhão e 200 milhões de dólares. Dilma diz que não foi informada de algumas partes do contrato, e por isso votou a favor do negócio em 2006. Toda essa história está mal contada. Primeiro, se Dilma não tinha sido bem informada e descobriu o rolo em 2008, como diz, porque não criou um caso antes? Por que só agora, culpando um diretor da Petrobras, que no entanto continuou na empresa, na BR? Segundo, não estão claro se o preço pago inicialmente pela Petrobras era razoável. A gente sabe que a refinaria comprada por 42 milhões de dólares pela empresa belga já não era a mesma coisa no ano seguinte, quando foi comprada pela Petrobras: tinha estoques, tinha melhorado, o negócio de petróleo tinha melhorado. Mas, mesmo assim, a diferença para os 360 milhões pagos pela Petrobras é grande. Além do mais, a Astra, a sócia belga, escreveu no relatório anual que esse negócio foi da China, muito melhor que poderia imaginar. Terceiro, está todo mundo dizendo que a Petrobras enfim pagou mais de 1 bilhão de dólares pela refinaria. Não foi assim. A Petrobras pagou enfim 260 milhões de dólares pela refinaria. Pagou outro tanto por um negócio novo criado com a sócia, além de compensações por investimentos feitos pela sócia e um caminhão de juros, pois o processo demorou anos. Enfim, a gente sabe pouco do negócio, dos preço, dos motivos de Dilma Rousseff ter ficado calada até agora. Isso tudo precisa ser esclarecido, de algum modo, em CPI, na Polícia, como for. Mas não pode ficar barato. Boa noite.

Veja também