Vídeos

 
Exclusivo

Sobre homossexualidade, a cabeça do Papa é muito aberta

0:00 / 0:00

Vamos tomar muito cuidado com as mentiras que circulam, em nome do que é politicamente correto. Não, não é verdade que o Papa Francisco disse que as crianças com tendências homossexuais devam ser tratadas pela psiquiatria.

Essa bobagem começou a circular no domingo, depois de uma entrevista que o Papa deu aos jornalistas, que o acompanharam à viagem de 36 horas que ele fez à Irlanda. Na entrevista, dentro do avião, perguntaram ao Papa sobre a melhor reação dos pais, quando descobrem que um filho ainda pequeno aparenta ser gay. Ele então respondeu que os pais devem dialogar com a criança, devem tentar a entendê-la. E que, em situações mais graves, os pais poderiam recorrer a um psiquiatra.

Essa menção à psiquiatria foi depois suprimida pelo Vaticano, porque dava a entender que a homossexualidade era uma doença. Não é. Há mais de 40 anos, a Organização Mundial da Saúde abandonou a ideia de que é patológico alguém sentir atração por uma pessoa do mesmo sexo. Papa Francisco tem a cabeça muito aberta com relação a isso. Mas desta vez choveram críticas maldosas contra ele.

O Papa atravessa um momento delicado e que foi provocado por um antigo anúncio apostólico nos Estados Unidos, que o acusou de não punir o cardeal de Filadélfia, que encobriu padres envolvidos em pedofilia. Não foi bem assim. O cardeal em questão caiu em desgraça há alguns meses. E Francisco deu provas de tolerância zero, quando forçou a demissão de todos os bispos chilenos, porque um deles protegeu um padre pedófilo.

Com relação aos gays, o Papa foi mais longe do que é possível, dentro de uma instituição conservadora como a Igreja. Ele não vai permitir, por exemplo, que pessoas do mesmo sexo façam um casamento religioso. Ponham uma coisa na cabeça. Esse Papa é simpático, mas ele está longe de ser um progressista de esquerda. Um exemplo. Ainda recentemente, ele pressionou o quanto poderia, dos bastidores, para evitar que o Senado argentino aprovasse a lei do aborto. É assim que o mundo gira. Boa noite.


Conteúdo disponível em Jornal da Gazeta .

O Jornal da Gazeta mostra as principais notícias do dia, reportagens exclusivas e análises feitas por comentaristas especializados.