Vídeos

 
Séries

Samba do Congo é resistência cultural

0:00 / 0:00

Há mais de sete anos, um grupo de moradores da Vila Morro Grande, na zona norte da capital, se dedica a valorizar o autêntico samba paulista e a resgatar as raízes da cultura afro-brasileira. Toda semana, eles promovem animadas rodas musicais com a intenção de incentivar novos compositores a mostrar sua arte. Por isso, a frente de resistência cultural samba do congo é a "Cara de São Paulo".


Conteúdo disponível em Jornal da Gazeta .

O Jornal da Gazeta mostra as principais notícias do dia, reportagens exclusivas e análises feitas por comentaristas especializados.