Vídeos

 
Popular

Paulo Preto teria pago 740 mil reais em indenizações ilegais ao PCC

0:00 / 0:00

O ex-diretor da Dersa, conhecido como Paulo Preto, teria pago 740 mil reais em indenizações ilegais a pessoas ligadas à facção criminosa PCC. Os valores, revelados pelo portal UOL, são referentes às obras do trecho sul do rodoanel.


Conteúdo disponível em Jornal da Gazeta .

O Jornal da Gazeta mostra as principais notícias do dia, reportagens exclusivas e análises feitas por comentaristas especializados.