TV Gazeta TV Gazeta logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo, Brasil
TV Gazeta TV Gazeta, Receitas, Mulheres, Cozinha Amiga, Fofoca Aí, Revista da Cidade, Você Bonita, Gazeta Esportiva, Mesa Redonda, Jornal da Gazeta, Edição Extra, Gazeta Shopping TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!

Não é assim que o País vai sair da crise

Não é assim que o País vai sair da crise
Logo do programa Jornal da Gazeta
Jornal da Gazeta
Os juros vão continuar subindo neste ano, disse hoje o Banco Central no seu Relatório Trimestral de Inflação. Como a inflação ainda está alta e as previsões para o ano que vem são de baixa insuficiente, o Banco Central vai elevar os juros ainda.
Juros mais altos diminuem a vontade de investir e consumir. Menos consumo, salários e preços caem, na média. Essa é a lógica.
Como a taxa de juros influenciada pelo Banco Central, a Selic, é o piso dos juros do resto do mercado, quando a Selic sobe, todas as taxas do mercado tendem a subir.
Com os juros em alta, menos gente tende a pedir empréstimo, e os bancos tendem a ser mais cautelosos para emprestar. Como resultado, o total de crédito no Brasil não vai subir este ano, a primeira vez que isso acontece em uma dúzia de anos. Logo, mais um fator para piorar a recessão.
No futuro, se o governo fizer mudanças importantes, a economia vai voltar a crescer. Lá por 2017. Mas não vão ser essas medidas chamadas de "agenda positiva" que vão fazer o país volta a funcionar.
O governo não tem dinheiro nem para pagar as obras das casas populares do Minha Casa, Minha Vida. Está atrasando tudo. Mas quer lançar a nova fase do programa, o Minha Casa 3. Quer lançar um novo plano de reforma agrária. É quase tudo ficção. O governo não tem dinheiro nem para cumprir o mínimo do plano de arrumação de gastos, o ajuste fiscal.
O plano de exportações é outra tentativa de dourar a pílula. Vai ajudar algumas empresas com crédito, mas é muito pequeno. Não vai ser assim que o país vai sair da crise.
Será preciso arrumar as contas do governo, quebradas por Dilma1, baixar a inflação, desvalorizar o real e fazer reformas no modo como a economia e a burocracia funcionam, o que deixou de ser feito na última década.
Mas arrumar a casa vai custar caro, depois de tanta bagunça. Ainda virá aumento de imposto, arrocho de juros, desemprego. E isso só vai funcionar logo se vierem as outras mudanças. Das quais o governo nem começou a falar.

Veja também