Vídeos

 
Exclusivo

Maduro mostra a venezuelanos o que é comer bem

0:00 / 0:00

Eu quero fazer uma pergunta indiscreta. Você gastaria mil e cem reais para comer um bife numa churrascaria? O preço é meio exagerado, mas o exagero foi cometido pelo ditador venezuelano, Nicolas Maduro. Aconteceu no fim de semana, em Istambul, na Turquia. O churrasqueiro postou o bife nas redes sociais, e a coisa viralizou na internet.

E viralizou por uma questão de contraste. Na Venezuela falta de tudo. E também falta carne. Dos 28 estados do país, três estão com as geladeiras completamente vazias, e nos demais a carne é pouca, a um preço que a população não consegue pagar. Dois terços dos venezuelanos perderam peso desde 2014, por falta de comida.

Uma conhecida nutricionista de Caracas deu hoje uma entrevista, em que revelou que 60% das crianças abaixo de cinco anos estavam subnutridas. 12,5% apresentavam um forte déficit de proteínas. Ontem, num hospital pediátrico da capital, chamado Los Rios, um grupo de mães fez uma passeata, para protestar contra a falta de alimentos para os filhos delas que estavam internados. Foi por causa da insegurança alimentar que 7% da população se refugiou em outros países.

É por isso que um bife que custou uma fortuna acabou virando notícia. Me perguntem agora o que é que Maduro estava fazendo em Istambul? Ele fez escala na Turquia, ao voltar de uma viagem à China. Queria um empréstimo de 5 bilhões de dólares. Mas o governo chinês se recusou a abrir novamente os cofres. A China sabe que o regime bolivariano pode implodir de uma hora para outra e agora não quer mais correr riscos. É assim que o mundo gira. Boa noite.


Conteúdo disponível em Jornal da Gazeta .

O Jornal da Gazeta mostra as principais notícias do dia, reportagens exclusivas e análises feitas por comentaristas especializados.