Vídeos

 
Exclusivo

Lula condenado anima o mercado

0:00 / 0:00

Os donos do dinheiro grosso ficaram animados com a condenação do ex-presidente Lula a nove anos e meio de cadeia.

O que quer dizer "animados"? O dólar caiu, ficou mais barato. O preço das ações subiu, a Bolsa de São Paulo subiu. As taxas de juros no atacadão de dinheiro, nos negócios entre bancos, baixou. Isso significa menos medo no futuro dos negócios.

O dia já estava animado para o pessoal do chamado "mercado", para os donos do dinheiro. Mas eles deram um pulo de alegria por volta das duas horas da tarde, logo depois de ser divulgada a sentença de Lula.

O que houve? Para o pessoal do mercado, aumentaram as chances de Lula não ser candidato a presidente ou de que ele seja um candidato mais fraco.

Lula não é mais visto como era em 2006 ou 2007, alguém confiável pelo pessoal das finanças, pelos investidores e credores do governo. Nessa época, Lula era visto como um moderado, alguém que fazia uma política econômica razoável, sem gastos excessivos do governo e que tentava manter a inflação baixa.

Agora, Lula é visto como alguém que poderia fazer um governo mais parecido com o de Dilma Rousseff. Se isso é verdade, não temos ideia ainda. Mas quem tem dinheiro pensa assim.

Não foi só a condenação de Lula que animou o pessoal do dinheiro. Houve notícias positivas na economia mundial. Além do mais, também foi aprovada a reforma trabalhista, outra coisa que agrada bastante o chamado mercado.

Mas esse pulo de alegria com a sentença de Lula é uma dica do que pode acontecer de agora em diante e, ainda mais, quando começar a conversa de eleição, a partir de outubro deste ano.

O mercado vai variar de acordo com as possibilidades eleitorais. Se um candidato a favor de reformas parecidas com a do governo Temer tiver mais chance, mais chance de dólar e juros em baixa.
Quanto mais chance de ganhar um candidato de esquerda, mais juros em alta, o que prejudica a economia.

Pode acontecer um repeteco de 2002, quando o país já estava em crise e sofreu um outro baque com o pânico financeiro que houve com a chance de Lula ganhar. Lula ganhou e não aconteceu nada de grave, no entanto.

A gente pode não gostar de nada disso, das opiniões do mercado. Mas as coisas são assim.


Conteúdo disponível em Jornal da Gazeta .

O Jornal da Gazeta mostra as principais notícias do dia, reportagens exclusivas e análises feitas por comentaristas especializados.