TV Gazeta TV Gazeta logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo, Brasil
TV Gazeta TV Gazeta, Receitas, Mulheres, Cozinha Amiga, Fofoca Aí, Revista da Cidade, Você Bonita, Gazeta Esportiva, Mesa Redonda, Jornal da Gazeta, Edição Extra, Gazeta Shopping TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!

Nicolás Maduro sai à caça de bodes expiatórios

Nicolás Maduro sai à caça de bodes expiatórios
Logo do programa
Vou falar da Venezuela. Imaginem que o presidente Nicolas Maduro acusou seu vizinho e eterno rival, a Colômbia, de ser responsável pelo assassinato do deputado Robert Serra. Esse deputado era uma das estrelas em ascensão dentro do partido oficial, criado pelo finado Hugo Chávez. Serra foi morto há duas semanas e foi direto para o panteão dos heróis da República Bolivariana. O que o presidente venezuelano diz é que um grupo paramilitar da Colômbia alvejou o deputado. Diz também que um dos seguranças do político morto confessou a cumplicidade estrangeira no crime. Mas essa história só faz sentido no plano político. Nicolas Maduro foi eleito para o lugar de Chávez, que morreu em março do ano passado. Virou um aprendiz de feiticeiro, sem o talento ou o carisma do chefe. A Venezuela afundou mais no buraco. Com muita inflação e a economia quase parando. Com os supermercados sem muita comida e com as farmácias sem muitos remédios. Está em pane o modelo que financiou os programas sociais com o dinheiro do petróleo. Isso porque, por incompetência e má gestão, a estatal do petróleo diminuiu sua produção. E com os preços do barril em queda, a economia venezuelana tende a piorar. É aí que Nicolas Maduro sai à caça de bodes expiatórios. Quando Robert Serra foi morto, Maduro acusou a oposição venezuelana de direita. Agora está acusando os colombianos. A Colômbia está dando certo. A Venezuela está dando errado. Há 200 anos, Simon Bolívar combateu e derrotou as tropas coloniais espanholas. Colômbia e Venezuela eram um território unificado, um país só. Só depois que a Venezuela se separou.E sofre até hoje certa crise de identidade. Nicolas Maduro não tem provas de que o governo colombiano praticou o assassinato do deputado. Mas, por via das dúvidas, vai distribuindo acusações. Pelo menos, desta vez ele não acusou os Estados Unidos, que são para ele o bode expiatório de estimação. É assim que o mundo gira.

Veja também