TV Gazeta ícone da TV Gazeta ícone da TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo SP BR
ícone da TV Gazeta TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta! TV Gazeta, Receitas, Revista da Cidade, Você Bonita, Mulheres, Gazeta Esportiva, Jornal da Gazeta, Mesa Redonda, Troféu Mesa Redonda, Papo de Campeões, Edição Extra, Gazeta Shopping, Fofoca

João Batista Natali / Israel quer acabar com túneis cavados pelo Hamas

Vamos falar novamente de Gaza. Não dá para escapar do assunto.

João Batista Natali / Israel quer acabar com túneis cavados pelo Hamas Vamos falar novamente de Gaza. Não dá para escapar do assunto.
Logo do programa Jornal da Gazeta
Vamos falar novamente de Gaza. Não dá para escapar do assunto. O primeiro-ministro Benyamin Netanyahu disse hoje que as operações por terra vão continuar, até a destruição dos túneis cavados pelo Hamas. Esses túneis começaram a ser abertos há 15 anos. No começo, eles estavam apenas na fronteira com o Egito. E não tinham objetivo militar. Serviam para contrabandear mercadorias e escapar da alfândega. Era coisa de contrabandista. Esses túneis estão agora desativados. A cumplicidade entre o Egito e o Hamas acabou no ano passado, quando os militares egípcios derrubaram o presidente eleito pela Irmandade Muçulmana. A BBC diz que o fim do contrabando explica, em parte, a penúria material da população de Gaza. Só um pouco mais tarde é que os túneis começaram a ser abertos entre Gaza e Israel. São túneis mais estreitos, que permitem a passagem de terrrostas, para cometer atentados em solo israelense. Esses túneis são abertos com pá e picareta. E são revestidos de concreto. Uma ONG, há alguns meses, denunciou que o Hamas utilizava como operários mão-de-obra infantil. No comecinho desta semana, chegou a ocorrer um confronto. Terroristas invadiram Israel pelos túneis e começaram a atirar sobre soldados. A verdade é que ninguém sabe ao certo quantos quilômetros de túneis o Hamas construiu. O que se sabe é que eles se comunicam uns com os outros. E que em alguns cruzamentos, a uma profundidade de vinte metros, existem depósitos de armas e munições. Israel tem razão? Em termos militares, sem dúvida alguma. O que não pode é continuar a matar tantos civis em operações na superfície.// Nas últimas 24 horas morreram 173. Já são mais de 1.400 cadáveres. A ONU diz que entre eles 80 por cento não eram combatentes. Um outro detalhe horroroso é que um terço da população de Gaza já deixou suas casas, porque elas já foram destruídas ou estão ameaçadas pelos mísseis israelenses. É assim que o mundo gira. Boa noite.
Leia mais sobre:
Siga o Jornal da Gazeta nas redes sociais