TV Gazeta Logo TV Gazeta Logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo SP BR
Logo TV Gazeta TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta! TV Gazeta, Receitas, Revista da Cidade, Você Bonita, Mulheres, Gazeta Esportiva, Jornal da Gazeta, Mesa Redonda, Troféu Mesa Redonda, Papo de Campeões, Edição Extra, Gazeta Shopping, Fofoca

João Batista Natali/ EUA destamparam uma panela de pressão no Iraque

Vamos falar do Iraque. O governo xiita, do primeiro-ministro Nouri Maliki, está derretendo como um sorvete, no verão do Oriente Médio.

João Batista Natali/ EUA destamparam uma panela de pressão no Iraque Vamos falar do Iraque. O governo xiita, do primeiro-ministro Nouri Maliki, está derretendo como um sorvete, no verão do Oriente Médio.
Logo do programa Jornal da Gazeta
Vamos falar do Iraque. O governo xiita, do primeiro-ministro Nouri Maliki, está derretendo como um sorvete, no verão do Oriente Médio. Os rebeldes sunitas ameaçam tomar Bagdá. Conquistaram quatro cidades desde o fim de semana. Já são donos de refinarias. E assumem o controle parcial das fronteiras com a Jordânia e com a Arábia Saudita. O curioso é que esse grupo de malucos tem menos de 10 mil combatentes. E está colocando de joelhos um Exército de 930 mil homens. Os Estados Unidos constatam que um quarto dos soldados iraquianos prefere não lutar ou já desertou. A BBC diz que poderá acontecer com Bagdá aquilo que aconteceu, em 1976, no Vietnã. Naquela época, o vietcong e o Exército comunista do norte, em poucos dias tomaram Saigon, quando os americanos ainda estavam lá dentro. No Iraque, mais de mil civis foram mortos nas últimas três semanas. Os rebeldes são uma espécie de dissidência da Al-Qaeda. Mas conseguiram a adesão da elite militar sunita, que era prestigiada pela ditadura de Saddam Hussein. Essa gente tem medo de ser exterminada fisicamente pela maioria xiita. E reage como se a guerra de sobrevivência fosse religiosa. Um jornalista testemunhou rebeldes jogando futebol com a cabeça de um xiita, que foi decapitado, porque não passava de um cão infiel, dentro da lógica radicalizada do mundo muçulmano. O secretário de Estado americano, John Kerry, disse hoje que não há solução militar. A solução deve ser política, com a formação de um governo que incorpore a minoria sunita. Mas os xiitas não aceitam a ideia. E são apoiados pelo Irã, que é a potência xiita da região. Em 2003, os americanos invadiram o Iraque e quiseram transformar o país numa democracia. Mas democracia só é possível quando os grupos antagônicos, dentro da população, levam a ideia de democracia a sério. Os americanos destamparam uma panela de pressão. E agora sunitas e xiitas estão cozinhando dentro dela. É assim que o mundo gira.
Leia mais sobre:
Siga o Jornal da Gazeta nas redes sociais