TV Gazeta TV Gazeta logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo, Brasil
TV Gazeta TV Gazeta, Receitas, Mulheres, Cozinha Amiga, Fofoca Aí, Revista da Cidade, Você Bonita, Gazeta Esportiva, Mesa Redonda, Jornal da Gazeta, Edição Extra, Gazeta Shopping TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!

A eleição brasileira na imprensa mundial

Comentário de Política Internacional, com João Batista Natali.

A eleição brasileira na imprensa mundial Comentário de Política Internacional, com João Batista Natali.
Logo do programa Jornal da Gazeta
Jornal da Gazeta
A mídia internacional está dividida entre dois grupos quando ela fala sobre a eleição presidencial brasileira. No primeiro grupo está o jornal francês Le Monde. Ele afirma hoje que o petista Fernando Haddad está fazendo uma campanha do desespero. Cita um sociólogo mineiro para quem a campanha eleitoral já acabou. O segundo grupo é menos categórico e dá a entender que ainda tem chão pela frente. O espanhol EL PAIS vai nessa direção, embora reconheça que o PT tem hoje a missão mais difícil dos últimos anos, que é a de tentar derrotar Jair Bolsonaro.

O jornal português Público abre espaço para colunistas que qualificam Bolsonaro de "fascista", e para outros que dizem que Lula e o PT deram o Brasil de presente para o capitão da reserva. Esse jogo no noticiário não termina propriamente num empate. Há muita preocupação com as tendências autoritárias de Bolsonaro. É o caso do argentino La Nación, que cita um general da reserva que poderá ser o Ministro da Educação. O militar diz que será preciso rever os livros em que os estudantes se informam sobre o regime de 1964.

Também em Buenos Aires, o Clarín noticia que hoje de manhã Bolsonaro telefonou para o presidente Maurício Macri. Um colunista do New York Times diz que os brasileiros estão desiludidos, frustrados e com raiva. No britânico The Guardian, há uma evidente surpresa com declarações de mulheres partidárias de Bolsonaro. Para elas, o Brasil não precisa de feministas.

Pois bem, se colocarmos tudo isso numa única sopa de jornalismo, a moral da história será muito simples. Com Bolsonaro, o Brasil vai ser promovido, com mais frequência, às manchetes do noticiário internacional. É assim que o mundo gira. Boa noite.

Veja também