Vídeos

 
Exclusivo

Cresce o medo de investir no Brasil

0:00 / 0:00

Confira abaixo o Comentário de Economia, com Vinicius Torres Freire.

"Não dá para dizer que o governo do Brasil está como crédito sujo na praça, porque o governo não deu calote. Mas dá para dizer que o Brasil está mal na foto: a dívida pública cresce tanto que é bom ficar de olho no país. Pode dar besteira.

Quem empresta dinheiro para o governo deve ter cuidado. Somos um investimento de risco. É isso que quer dizer o rebaixamento da nota de crédito do Brasil. Se a dívida continuar a crescer e o país crescer pouco, há risco de calote. Ou, mais provável, um risco de que investimentos feitos aqui no país percam valor.

Em resumo, cresce o medo de colocar dinheiro no Brasil, investir aqui. Por que a dívida do governo cresce? Primeiro, porque o governo gasta mais do que arrecada com impostos. Para cobrir a diferença, pede dinheiro emprestado. Segundo, a dívida cresce porque o governo não consegue pagar a conta de juros. Apenas rola essa conta, pendura. Isto é, faz mais dívida para pagar esses juros no futuro. Terceiro, porque o governo paga uma taxa de juros alta. A taxa de juros é alta porque o Brasil tem uma dívida grande e gasta muito mais do que pode. É um círculo vicioso.

O governo federal gasta no quê? Mais de 57% da despesa é com Previdência, do INSS e dos servidores. Cerca de 12% é com salários de servidores. Com saúde, educação, Bolsa Família e seguro desemprego vão outros 17%. Juntando tudo isso, dá 86% das despesas. Todo o resto tem de ser pago com o que sobra, 14%. Não dá para tudo.

Desde 2013, o único gasto que cresceu, na prática, foi com a Previdência, INSS. O restante da despesa está no mesmo nível de quatro anos atrás. Sem aumentar imposto ou reduzir as despesas maiores, INSS e servidores, o governo vai continuar a gastar mais do que arrecada. A dívida vai continuar a crescer.

Em certo momento, vai ser preciso deixar de pagar despesas, como na bagunça do Rio de Janeiro. Ou, então, o governo vai ter de fabricar dinheiro. Sim, fabricar. O nome disso se chama inflação muito alta. Quem tem mais de 40 anos já viu esse filme. É um filme de terror."


Conteúdo disponível em Jornal da Gazeta .

O Jornal da Gazeta mostra as principais notícias do dia, reportagens exclusivas e análises feitas por comentaristas especializados.