TV Gazeta ícone da TV Gazeta ícone da TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo SP BR
ícone da TV Gazeta TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta! TV Gazeta, Receitas, Revista da Cidade, Você Bonita, Mulheres, Gazeta Esportiva, Jornal da Gazeta, Mesa Redonda, Troféu Mesa Redonda, Papo de Campeões, Edição Extra, Gazeta Shopping, Fofoca

Cartunistas do Irã tentam desacreditar Holocausto

Para começar, eu faria uma pergunta. Qual é a relação entre a revista francesa Charlie Hebdo e o Holocausto, que matou 6 milhões de judeus?

Cartunistas do Irã tentam desacreditar Holocausto Para começar, eu faria uma pergunta. Qual é a relação entre a revista francesa Charlie Hebdo e o Holocausto, que matou 6 milhões de judeus?
Logo do programa Jornal da Gazeta
Para começar, eu faria uma pergunta. Qual é a relação entre a revista francesa Charlie Hebdo e o Holocausto, que matou 6 milhões de judeus? A resposta é simples. Não tem nada uma coisa a ver com a outra. O Charlie Hebdo perdeu 12 jornalistas em janeiro, no mais hediondo atentado terrorista contra liberdade de imprensa. Mas eis que, para se vingar da revista satírica, cartunistas do Irã organizam um concurso internacional para fazer humor negro do massacre cometido pelos nazistas. É um péssimo sinal. Eu lembraria da figura grotesca de Mahmoud Ahmadinejad, presidente iraniano entre 2005 e 2013. Para incomodar Israel e os americanos, ele organizou em 2006 um congresso que procurava demonstrar que o Holocausto era pura invenção dos judeus. Ahmadinejad foi substituído na presidência por Hassan Rouhani. Que é bem menos idiota. Tanto que ele até agora não havia agredido os judeus com essa história de Holocausto. Tudo o que acontece no mercado cultural de Teerã é estimulado ou permitido pela hierarquia xiita. É uma ditadura teocrática. Quem manda é o líder supremo, o aiatolá Ali Khamenei. Pois bem, esse concurso de cartuns para desacreditar o Holocausto é um evento que o governo apoia e patrocina. Não há muita racionalidade na política do Irã. Como é que, logo agora, eles tomam os judeus como pretexto para agredir o Ocidente? O Irã pode estar chegando a um acordo com os Estados Unidos e com a Europa sobre o programa nuclear. Também precisa do apoio ocidental para combater esses malucos sunitas do Estado Islâmico, que provocam imensa encrenca na Síria e no Iraque. Mas o fantasma de Ahmadinejad ainda assola o governo do Irã. O ex-presidente, que foi amigo de Hugo Chávez e de Lula, aqui do Brasil, deixou, como estilo diplomático, a habilidade de um burro solto dentro de uma loja de cristais. Pior para o Irã, pior para a comunidade internacional. É assim que o mundo gira. Boa noite.
Leia mais sobre:
Siga o Jornal da Gazeta nas redes sociais