TV Gazeta TV Gazeta logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo, Brasil
TV Gazeta TV Gazeta, Receitas, Mulheres, Cozinha Amiga, Fofoca Aí, Revista da Cidade, Você Bonita, Gazeta Esportiva, Mesa Redonda, Jornal da Gazeta, Edição Extra, Gazeta Shopping TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!

Cálculos, espertezas e covardias ameaçam o "Estado Laico"

Cálculos, espertezas e covardias ameaçam o "Estado Laico"
Logo do programa Jornal da Gazeta
Jornal da Gazeta
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, anunciou urgência para lei que torna "crime hediondo", punível com até 8 anos de cadeia, algo definido como "Cristofobia".
Isso na Câmara dos deputados de um país cuja Constituição expressa e determina um "Estado Laico", secular. Ou seja, sem opção oficial por uma religião e em favor da ampla liberdade de cultos.
Isso nos dias em que, no plenário, deputados evangélicos interromperam uma sessão para rezar o Pai-Nosso, exibir cartazes e encerrar com gritos de "Viva Jesus Cristo".
Cartazes e protesto contra o que chamam de "Parada Gay" e marchas "das Vadias" e da "Maconha".
Já há décadas muita gente na Política, Judiciário, Mídias, na sociedade em geral, faz de conta não perceber o que avança, o que acontece.
O que acontece é o "Estado Laico" ir se tornando letra morta na Constituição. Tudo isso por cálculo -ou cálculos- e covardia.
.
Em 64 a ditadura foi instalada com amplo apoio do Poder, então imenso e incontrastável, da Igreja Católica.
Desde então, presidentes, governadores, prefeitos e legislativos vêm cedendo diante das bancadas "religiosas", fruto da já não tão recente ascensão neopentecostal.
Em nome de votos e financiamentos cedem para um poder que cresce, e enriquece, com negociação de sucessivos benefícios. E não apenas tributários e fiscais.
Poder que avança com vasta ocupação de espaços de radiodifusão que desrespeita o princípio constitucional, e cultural, de um "Estado Laico".
O que dirão se, em plenário, deputados entoarem cânticos de religiões de origem africana? Ou se ocuparem espaços de radiodifusão de Mídias que são concessão do Estado dito "Laico" ?
Se parlamentares católicos, judeus, muçulmanos, budistas... interromperem sessões no Congresso para professar fé, como reagirá a Cunholândia -ou Cunhistão?
Ter e professar fé, ou não, é direito e escolha de cada ser humano.
Assim como foi conquista de boa parte da humanidade o separar Estado e Religião depois de séculos de simbiose e sangrenta história.
História que não acabou. E sangue que, assistimos diariamente mundo afora, continua sendo tragicamente derramado por tantosque se arvoram falar em nome de Deus.

Veja também