TV Gazeta TV Gazeta logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo, Brasil
TV Gazeta TV Gazeta, Receitas, Mulheres, Cozinha Amiga, Fofoca Aí, Revista da Cidade, Você Bonita, Gazeta Esportiva, Mesa Redonda, Jornal da Gazeta, Edição Extra, Gazeta Shopping TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!

BC avisa que os juros vão subir mais

BC avisa que os juros vão subir mais
Logo do programa Jornal da Gazeta
Jornal da Gazeta
Essa determinação e perseverança dá até medo. Na prática significa que o Banco Central vai continuar elevando os juros pra forçar a queda da inflação para o centro da meta, que é 4,5%, até o final do ano que vem. Sendo que a inflação anual está em quase 8,5% O medo que eu falei é porque os juros reduzem mais a demanda, o que compromete o desempenho das empresas, não só inibindo os reajustes de preços, mas também levando a mais demissões. Isso num ambiente de recessão. O desemprego em alta contribui pra diminuição do consumo, o que também ajuda a derrubar a inflação, mas pode fazer a economia piorar ainda mais. E, mesmo com a desaceleração geral de atividade e desemprego, a inflação ainda pode mostrar resistência. Boa parte da pressão deste ano vem da correção de preços administrados pelo setor público, como tarifas de energia, que não param de subir, combustíveis, gás, planos médicos, água, até loteria. O custo das empresas aumentou muito em função desses reajustes, o que acaba levando a mais correções de preços de produtos e serviços, mesmo com queda de movimento. Alimentação também tem subido muito. Situação que os juros não vão corrigir. Mas não tem jeito. O recado dado pelo Banco Central, na ata divulgada hoje, é que os juros vão subir mais, já que os resultados obtidos até agora não foram satisfatórios. Ao contrário do que disse a presidente Dilma, o Banco Central quer que o consumo caia e bastante, pra garantir uma inflação mais baixa. Não é só uma situação atípica. Estamos pagando a conta de tudo que foi feito de errado em anos anteriores, até pelo Banco Central, que lá atrás derrubou demais os juros - a taxa básica chegou a 7,25% - quando a inflação já estava pressionada. Seguiu a linha adotada pelo governo de tentar fazer a economia crescer via consumo, sem pensar nas consequências, Agora, mais que derrubar a inflação, o BC quer recuperar credibilidade, mostrar, com atraso, que está agindo. Melhor que tivesse agido antes, pra não ter que aumentar os juros, desse jeito, quando deveria é cortar, pra reverter a recessão. É o que costuma ocorrer. Os juros sobem e caem pra controlar a inflação e também pra calibrar o crescimento da economia. Só que chegamos ao pior dos mundos, que é recessão com inflação nas alturas. Eu volto segunda. Até lá.

Veja também