Editar receita

Receitas +

 

Pão sem glúten de fermentação natural

Volume
Resolução
0:00 / 0:00

Fácil
Pão sem glúten de fermentação natural
22/05/2020
Vanda Hering - Chef de Cozinha


  • Total 00:15:00
  • Rendimento 12 porções

Conteúdo disponível em Você Bonita.

O programa mostra as principais tendências nas áreas de beleza, saúde, alimentação e atividades físicas.

Para o pão

Ingredientes

80g de farinha de arroz

80g de teff ou sarraceno

120g de farinha de mandioca ou tapioca

220g de aveia sem glúten

20g de farinha de linhaça

12g de sal

170g de água fermentada ativa

170g de iogurte ou iogurte de kefir

Modo de preparo

Misturar todos os ingredientes secos em uma vasilha, e acrescentar todos os líquidos. Misturar bem e acrescentar a esponja.
Colocar em uma forma untada com óleo de coco e deixar fermentar em temperatura
ambiente por 12 horas. Pode ficar também 48 h na geladeira coberto com um plástico.

Colocar uma assadeira vazia no fundo do forno para formar vapor.

Colocar a forma com a massa do pão em forno pré-aquecido a 230 graus por 15 minutos. (Ao colocar o pão no forno, colocar água na forma que está no fundo do forno para soltar o vapor).

Após 15 minutos retirar a forma com água e assar por mais 30-40 minutos a 200-180 graus.

Para a Esponja

Ingredientes

75g de farinha de arroz

75g de teff ou sarraceno

180g de água fermentada

Modo de preparo

Misturar e deixar em temperatura ambiente coberto até formar bolinhas na superfície.

Para refrescar

Ingredientes

100g de água fermentada

600g de água morna

80g de maçã ou fruta seca

20g de mel

Modo de preparo

Conservar em geladeira e deixar sempre 01 hora antes de usar em temperatura ambiente.

Preparo do fermento natural

Ingredientes

600g de água (27graus)

150g de maçã ou fruta seca

25g de mel

1 ½ litros de água

Modo de preparo

Colocar todos os ingredientes em uma garrafa e balançar de 2 vezes ao dia. Sempre que balançar abrir um pouco a tampa.
Deixar a garrafa em um ambiente fresco 30 graus no primeiro dia.
Deixar na geladeira e “refrescar” a cada 14 dias o fermento.