Educação: tire suas dúvidas sobre TCC


 


Estudantes universitários em reta final de graduação se deparam com o tão temido TCC (trabalho de conclusão de curso). Indispensável, é ele o responsável por fechar o primeiro ciclo de formação acadêmica de nível superior e quando chega o momento de trabalhar neste projeto muitos alunos entram em pânico. Mas isso é um tremendo exagero!


Popularmente, essa etapa sempre foi tratada como um pesadelo, mas ela está longe de ser. Muitas perguntas para trabalhos de TCC surgem e antes que uma crise de ansiedade tome conta do estudante estamos aqui para tirar todas as dúvidas que existem sobre o trabalho de conclusão de curso e mostrar que ele pode ser muito mais divertido do que parece.


O TCC é obrigatório?


Isso depende do curso e da instituição de ensino, mas quase sempre um trabalho de conclusão de curso será exigido para permitir que um estudante se forme na faculdade. Em alguns casos, isso pode ser substituído por outras atividades, como um estágio ou um projeto. O mais certo é que você precisará se dedicar em algo grande para poder pegar o diploma, disso não há escapatória.


Como é o TCC?


Isso também depende do curso e da instituição. O TCC pode ser uma monografia, uma pesquisa científica, um projeto, um documentário, um filme, um livro. A variedade é bem grande e geralmente os alunos têm opção para escolher o formato que mais gostem, mas isso não é uma regra, pois existem faculdades que exigem um tipo específico de trabalho.


O que quase sempre é opcional é o tema. Este é definido pelo aluno ou seu grupo junto do orientador, que vai ajudar na decisão. É imprescindível que o assunto escolhido seja relevante e possa acrescentar algo em algum setor da sociedade. Não dá para apenas ser um tema que o estudante goste e pronto.


Normalmente, o TCC é dividido em duas partes: teórica e prática. Na primeira, o aluno/grupo deve demonstrar os conceitos que aprendeu na faculdade para estruturar todo o trabalho e fazer bastante pesquisa para sustentar a solidez do seu projeto.


Na segunda parte é hora de colocar a mão na massa e tirar a ideia do papel, transformando-a em um projeto de verdade.


Como escolher o tema?


Escolha temas relevantes não apenas para você, mas para a sua formação. Atualmente, áreas de atuação em tempo de pandemia são ótimos exemplos. Quaisquer assuntos relacionados ao coronavírus têm uma importância natural. Mas isso não é uma regra.


O importante é encontrar um equilíbrio entre o que você gosta e o que é importante.  Nem sempre dá para fazer um TCC exatamente como queremos, mas dá para chegar em algo bem próximo. Quanto mais familiarizado estiver com um tema, mais fácil ele será de desenvolver.


Quanto tempo tenho para fazer o TCC?


Isso também é algo que varia bastante, mas são de um a três semestres trabalhando no projeto. Quem determina isso é a instituição de ensino. Normalmente, metade do tempo disponível é dedicado para a parte teórica e a outra metade para a parte prática. Terminada essa parte, é hora de ser avaliado.


Como funciona a avaliação do TCC?


Assim que o projeto estiver pronto ele é entregue ao orientador que distribui aos avaliadores da banca. Eles costumam fazer parte do corpo docente da faculdade e serem especialistas na área. Antes do dia da avaliação, todos já “consumiram” o seu projeto. 


Na hora da avaliação, uma pequena parte do TCC é revista apenas para refrescar a memória e apresentar o trabalho aos que estão assistindo (sim, tem público). Os alunos também apresentam o projeto, momento em que convencem a banca de que fizeram um bom trabalho. Eles ainda respondem algumas perguntas.


Feito isso, os alunos recebem a tão esperada notícia para saber se foram aprovados ou não no TCC. Quando forem, é só comemorar que concluiu mais uma etapa importantíssima da sua formação e aguardar os procedimentos da faculdade para pegar o diploma.


 


conteúdo de marca