Fabricio Carpinejar entrevista a “menina do vale”, Bel Pesce

Ricardo Nóbrega
Ricardo Nóbrega

O programa ‘A Máquina’ desta terça-feira, dia 8 de setembro, recebe a engenheira e empreendedora Bel Pesce. Na entrevista, “a menina do vale”, como é conhecida, falou sobre escolhas, projetos e sonhos.


Nerd assumida, Bel conta que sua personalidade lembra um pouco a de uma criança: “Pareço uma pessoa que ainda está vendo as coisas pela primeira vez”. Ela falou um pouco de como seus conhecimentos em engenharia e computação ajudam em sua vida: “Pegar um desafio grande, transformar em menores para resolver e depois juntar tudo é uma coisa que todos deveriam saber”.


Ao ser questionada sobre como faz suas escolhas na vida, a engenheira revelou que se utiliza de dois parâmetros: “Os meus dois maiores [parâmetros] são potencial de impacto para o outro e o potencial de crescimento para mim”.  Em seguida, Fabrício Carpinejar perguntou se ela teme o rótulo de “menina prodígio”. “Sinceramente, não acho que sou. Sou muito interessada e eu gosto muito de aprender”, explicou. E ainda revelou o que lhe abriu portas: “Foi o interesse em entender como as pessoas funcionam”.


Quando o assunto chegou em projetos e sonhos, a “menina do vale” disse que seu maior sonho é que seus filhos tenham orgulho dela: “Quero que me vejam como quem causou impacto positivo em até, espero, um bilhão de pessoas”. Sobre inspirações de vida, ela conta que uma das principais figuras é sua tia: “Eu acho que muito do que eu faço hoje ela me mostrou que era legal”.


Confira a entrevista completa nesta terça-feira, 8 de setembro, às 23h30, na TV Gazeta.