TV Gazeta TV Gazeta logo TV Gazeta +551131705643 Programação ao vivo, receitas, novidades, notícias e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo, Brasil
TV Gazeta TV Gazeta, Receitas, Mulheres, Cozinha Amiga, Fofoca Aí, Revista da Manhã, Você Bonita, Gazeta Esportiva, Mesa Redonda, Jornal da Gazeta, Edição Extra, Gazeta Shopping Programação ao vivo, receitas, novidades, notícias e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!

Agora cantora, Sabrina Parlatore participa do programa “A Máquina”








Yuri Andreoli
Yuri Andreoli

Nesta terça-feira, às 23h30, Fabricio Carpinejar bate um papo descontraído com a apresentadora e agora cantora, Sabrina Parlatore em “A Máquina”. Durante a entrevista, ela falou sobre sua vida pessoal e sobre a desilusão que sente pelo mundo da fama.


Afastada das telinhas, Sabrina tem se aproximado cada vez mais da carreira musical: “Eu resolvi perder a vergonha de cantar”, disse ela sobre as apresentações que fará em abril no Terraço Itália, em São Paulo.


Sobre incômodos, a ex-MTV citou o excesso de confiança dos homens: “Me incomoda essa segurança dos homens de que a mulherada está disponível”. Perguntada por Fabrício Carpinejar se ela achava que o homem está mais romântico, ela respondeu não ter certeza.


O assunto TV não ficou de fora. Apesar de dizer acreditar que o idealismo pode conviver na TV, Sabrina assume: “Atualmente não são, mas deveriam ser compatíveis”. Ela diz que ainda tem interesse na TV e que acha o veículo “extremamente importante”, mas que está desiludida com o ramo. “Tenho recebido convites, mas é assim: traz seu projeto, o patrocinador, o seu talento, a sua alma. O que aconteceu com o departamento comercial das emissoras?”. Ela ainda completou: “É muito difícil as pessoas se interessarem por você pelo seu talento, suas ideias e seus ideais”.








Sobre sua personalidade, ela confessa ser crítica e nervosinha, mas que não perde a esperança nas coisas. A apresentadora também revelou que não é festeira e que não liga muito para a vida social. “O público acha que é um glamour ver a modelo, a super atriz. Elas foram lá ganhando muito. Ficam quatro horas se produzindo. Elas sentam lá, vários fotógrafos cercam para tirar fotos e elas ganham 100, 200 mil”. E desabafou: “Acabo pegando certo bode desse meio, desse mercado”.