Queniana e etíope vencem a São Silvestre 2018

Fundistas durante largada da 94ª Corrida Internacional de São Silvestre 2018, em São Paulo – Créditos: Sérgio Barzaghi (Gazeta Press)

 

Tradição em São Paulo criada por Cásper Líbero, aconteceu nesta segunda (31/12) a 94ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre. E, semelhantemente ao ano passado, mais uma vez os africanos levaram a melhor. Nesta edição, uma queniana e um etíope conquistaram os lugares mais altos do pódio, com ultrapassagens emocionantes nos últimos momentos.

Sandrafelis Chebet Tuei, atleta do Quênia, foi a grande campeã na categoria feminina da Corrida Internacional de São Silvestre e cruzou a linha de chegada em 50min02s, melhor marca da sua carreira percorrendo 15km. Já na categoria masculina, Belay Tilahun Bezabh conquistou o primeiro lugar com 45min05s.

 

Classificação final – Feminina

1º –  Sandrafelis Tuei
2º –  Pauline Kamulu
3º –  Mestawut Truneh
4º –  Esther Kakuri
5º – Birthukan Alemu

8º – Jenifer do Nascimento (primeira brasileira)

 

Classificação final – Masculina

1º – Belay Tilahun Bezabh
2º – Dawitt Admasu
3º – Amdework Tadese
4º – Emmanuel Gisamoda
5º – Maxwell Rotich

8º – Giovani dos Santos (primeiro brasileiro)

Na categoria cadeirantes (onde a largada acontece mais cedo), os grandes vencedores do percurso de 15km foram nomes já conhecidos da São Silvestre: Vanessa de Souza, que garante o título de bicampeã, e Heitor dos Santos, que agora é tetracampeão da corrida.

Reveja a transmissão da TV Gazeta:


Conteúdo disponível em Gazeta Esportiva .

Os principais acontecimentos do mundo dos esportes e tudo sobre futebol, no Brasil e no mundo, apresentados por um time experiente de profissionais.