TV Gazeta TV Gazeta logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo, Brasil
TV Gazeta TV Gazeta, Receitas, Mulheres, Cozinha Amiga, Fofoca Aí, Revista da Cidade, Você Bonita, Gazeta Esportiva, Mesa Redonda, Jornal da Gazeta, Edição Extra, Gazeta Shopping TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!

6 doenças que podem ser tratadas com alimentos

Cada vez mais, médicos têm recomendado uma dieta balanceada e uma mudança de hábitos como aliados no tratamento de diversos quadros clínicos. Essas alternativas, além de vantajosas para o paciente por serem mais baratas do que tratamentos feitos apenas à base de remédios, também são saídas mais naturais e por vezes mais saudáveis.

 

Por isso, recebemos a nutróloga Dra. Ana Luísa Vilela no Você Bonita, onde ela tirou dúvidas e apontou quais doenças podem ser tratadas com uma mudança de hábitos e quais são as melhores dietas para cada caso. Confira os destaques:

 

 

Hipertensão

 

De acordo com a especialista, a melhora no quadro de hipertensão está relacionada a uma alimentação mais balanceada quanto a quantidade de sal. Por isso, a maior recomendação é não salgar os alimentos além do seu sabor natural sempre que possível. No entanto, caso você tenha apenas uma tendência e esteja tentando diminuir o consumo, a dica é não salgar os alimentos enquanto os cozinha e colocar apenas 1 medida de sal* depois que já estão prontos para o consumo. (*Dado importante: a doutora sugere considerar 1 medida de sal o equivalente a uma colherzinha pequena ou uma tampinha de caneta azul).

 

Síndrome de Ovários Policísticos

 

A obesidade pode ser um fator muito relacionado a esta síndrome, conhecida popularmente como ‘SOP’. Por isso, uma dieta regrada e supervisionada por um nutricionista direcionada à perda de peso, neste caso específico, está relacionada a uma melhora gradual deste quadro. Entretanto, cuidado: não é possível tratar apenas com alimentação, já que os remédios são um acompanhamento essencial neste caso.

 

 

Pré-diabetes

 

Essa é a doença que, de acordo com a nutróloga, pode e deve ser tratada com o auxílio de uma boa dieta. Quando o paciente ainda tem uma produção razoável de insulina, uma mudança de hábitos direcionada por médicos e nutricionistas definitivamente ajuda e pode até solucionar o problema em alguns casos. No caso de pacientes em que a diabetes já se desenvolveu ou se encontra na etapa de pré-insulina, é bem provável que o uso de medicamentos como parte do tratamento também seja necessário.

 

Osteoporose

 

É outro exemplo onde a alimentação ajuda e muito. O consumo regular de leite e alimentos ricos em vitamina D entram no tratamento por contribuírem muito na absorção de cálcio, e os efeitos são intensificados com o acompanhamento de hormônios receitados pelo médico especialista. Ou seja: caso você enfrente esse problema e não tenha esse tipo de direcionamento ainda, consulte um nutricionista.

 

 

Enxaqueca e alergias

 

Alergias alimentares e enxaquecas relacionadas à alimentação têm causas parecidas e podem ser tratadas com uma dieta que exclua os alimentos que geram o estopim da reação. Para isso, o adequado é se consultar com um médico neurologista ou um alergista para identificar, justamente, quais são esses alimentos acidentalmente prejudiciais. Uma vez que a enxaqueca já está instaurada, por exemplo, há apenas maneiras de diminuir as crises e a intensidade da dor. Assim, é muito importante indicar quais são os alimentos que geram os primeiros sintomas através de testes e exames.

 

Anemia

 

Assim como na diabetes, diferentes razões causam diferentes tipos de anemia, que vão desde fatores genéticos até uma deficiência de ferro intensa. Neste segundo caso, a doutora recomenda alimentos ricos em ferro, já que são um ótimo caminho para o tratamento.

 

 

Por último e não menos importante, lembre-se de nunca começar um tratamento de saúde por conta própria e de sempre consultar um médico que faça uma avaliação individual do seu caso, combinado?

 

Gostou destas dicas? Assista a pauta completa e não se esqueça de acompanhar a TV Gazeta e o programa Você Bonita pelo site e pelas nossas redes sociais.