Diga “x”: como fazer fotografia?

O Edição Extra do mês de junho vai falar sobre fotografia, apresentando um how to do dentro das categorias comida, pets e conflitos/hard news, revelando técnicas e truques para uma composição de imagem chamativa e bela.

Conversamos com o fotógrafo Henrique Peron, em seu estúdio de fotografia onde ele faz suas fotografias de comida. Henrique diz que tira a fotografia da maneira que a comida realmente é e não utiliza efeitos que fotógrafos comerciais normalmente usam. Ele ainda mostrou que suas técnicas de fotografar de maneira mais natural ficam tão boas quanto a de maneira artificial, usufruindo de alimentos frescos, logo após o preparo. Também comentou sobre as técnicas utilizadas para cada tipo de alimento.

Visitamos, também, a ONG intitulada “SOS Gatinhos” e conversamos com Juliana Cadima, fotógrafa especializada em fotografia de pets. Ela conta sobre seu interesse em fotografia e seu envolvimento específico com os animais, comentando brevemente sobre como uma fotografia bem feita – que consegue captar a alma do animal através do olhar – auxilia na adoção desses bichinhos. Débora Croper, voluntária do abrigo, ressalta: as fotografias, de fato, fazem com que os animais sejam adotados mais rapidamente e ensina como fazer para adotar um gatinho da instituição.

Taba Benedicto é fotógrafo de conflitos/hard news e conversamos com ele em meio a um protesto que estava ocorrendo no vão do MASP. Alguns destaques deste tipo de fotografia consistem na emoção vivenciada pelo fotógrafo, relevância social e registro histórico daquele evento. Taba também contou situações tensas pelas quais passou e alerta sobre o perigo de ser um fotógrafo hard news. Ele fotografou a manifestação e o Edição Extra acompanhou passo a passo.

André Liohn, fotógrafo de conflitos

 

André Liohn, também fotógrafo de conflitos, nos deu uma entrevista baseado em algumas de suas próprias fotografias de guerra. Ele conta como aquelas fotografias foram tiradas, critérios de avaliação para capturar o momento e como lidar com tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo em uma guerra. Ele também fala quais objetos podem ser usados neste tipo de fotografia e como lidar com sentimentos como medo, adrenalina, pânico e cenas traumatizantes.

Não perca!

É domingo, 03 de junho, às 23h30, aqui na TV Gazeta!


Conteúdo disponível em Edição Extra .

O programa inaugura, a cada exibição, um experimento em produção documental, que vai fundo em temas de relevância social por meio de diferentes formatos.