TV Gazeta TV Gazeta logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo, Brasil
TV Gazeta TV Gazeta, Receitas, Mulheres, Cozinha Amiga, Fofoca Aí, Revista da Cidade, Você Bonita, Gazeta Esportiva, Mesa Redonda, Jornal da Gazeta, Edição Extra, Gazeta Shopping TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!

Curiosidade mecânica: Chico César

Chico César é capturado pela Máquina.
Chico César é capturado pela Máquina.

Chico César, em sua entrevista para A Máquina, relembra alguns episódios de seu irmão, Luiz Gonzaga da Silva, mais conhecido como Gegê. Com um extenso histórico de militância social e sindical, hoje, após reverter supostas acusações, ele lidera o Movimento de Moradia da Cidade de São Paulo. O MMC é um movimento que luta pelos direitos básicos de moradia para todos.

Além disso, Chico conta sobre sua infância na Paraíba, onde pegou gosto pela leitura ainda criança. Ele cita “O Menino do Dedo Verde”, livro infanto-juvenil escrito por Maurice Druon, que aborda questões de convívio social, ética e cidadania; e “Meu Pé de Laranja Lima”, romance juvenil escrito por José Mauro de Vasconcelos, que conta a história de um garoto que cria um mundo de fantasia como refúgio da realidade.

Ele cita Érico Veríssimo, um dos escritores brasileiros mais populares do século XX. Nascido no Rio Grande do Sul, costumava envolver o estado em seus contos, crônicas e romances; mas não usava uma linguagem caracterizada pelo regionalismo. Sua obra mais importante é “O Tempo e o Vento”, uma trilogia que chegou a ser adaptada para a televisão.

Chico César lembra também de como precisamos valorizar as músicas regionais do nosso país, mencionando grandes nomes do Nordeste: Luiz Gonzaga, o “Rei do Baião”; Tonico e Tinoco, dupla sertaneja que bateu recordes de vendas no Brasil; e por fim, Teixeirinha, músico sertanejo conhecido como “Rei do Disco”.

O cantor contou para A Máquina qual foi a inspiração de seus cabelos: Jairzinho. Conhecido por muitos como “O Craque Furacão”, o jogador foi desde ícone do Botafogo dos anos 1960, até protagonista do Cruzeiro campeão da Libertadores em 1976.