TV Gazeta Logo TV Gazeta Logo TV Gazeta +551131705643 TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta!
Av. Paulista, 900 - Bela Vista 01310-940 São Paulo SP BR
Logo TV Gazeta TV Gazeta - Programação ao vivo, receitas, notícias, entretenimento, esportes, jornalismo, ofertas, novidades e muito mais no nosso site. Vem pra #NossaGazeta! TV Gazeta, Receitas, Revista da Cidade, Você Bonita, Mulheres, Gazeta Esportiva, Jornal da Gazeta, Mesa Redonda, Troféu Mesa Redonda, Papo de Campeões, Edição Extra, Gazeta Shopping, Fofoca

Curiosidade Humana: Carol Fiorentino

Confira os dados levantados pela Máquina na captura de Carol Fiorentino

Publicado em: 06/10/2016 - Última atualização: 25/07/2022 - 15h50

img_1224

 

A Máquina capturou a chef confeiteira Carol Fiorentino que, apesar de estar no ar como jurada de um programa de gastronomia, confessou ser bastante tímida e comentou que é através dos doces que as pessoas ficam com a lembrança dela. Carol disse que se pudesse fazer um sobremesa para o homem de sua vida, faria um tiramisù. Este prato típico da Itália era muito consumido antes de encontros amorosos, pelos seus ingredientes afrodisíacos e estimulantes. Ela conta a história que antigamente as mulheres costumavam fazer esse prato para seus maridos comerem antes de ir trabalhar, pois ele possui o café e o mascarpone, que é um queijo mais gorduroso que dá sustância.

 

Existem várias lendas sobre o surgimento do tiramisù. A mais famosa diz que ele foi criado para o Gran Duque de Florença e que nessa época tinha o nome de “Zuppa del Duca” ou “sopa inglesa”, pois era feito com ovos, leite e vinho. O objetivo era produzir descendentes para a família, e aparentemente deu certo, pois após a receita, o Gran Duque teve três filhos.

 

Carol ainda revela sua admiração pela francesa Joana d’Arc, que foi um importante nome na Guerra dos Cem Anos, contra a Inglaterra, quando mulheres não iam para a guerra. A partir dos 12 anos, ela afirmou ter ouvido vozes do céu que lhe diziam para ir para o exército francês ajudar na vitória do país. Joana escreveu uma carta para o rei, que aceitou recebe-la, mas não acreditou no que ela dizia sobre existir um chamado divino que intimava sua participação na guerra. Isso só mudou quando Joana revelou segredos sobre o monarca que só ele saberia. Depois desse fato, ela ganhou o comando geral dos exércitos da França. Com a presença da combatente nas suas tropas, a França venceu várias batalhas, mas acabou entregando Joana d’Arc para os ingleses, que foi acusada de bruxaria e morta numa fogueira em 1430.

Notícias Relacionadas